terça-feira, dezembro 05, 2006

1º Jornada GDD vs Técnico - Sexta feira dia 1 Dezembro de 2006


O jogo de sexta consolidou-se numa vitória do GDD por 6 ensaios contra 2 do técnico.

Um jogo que era importantíssimo para o GD Direito (teve poucas possibilidades de treinar o jogo colectivo, devido à selecção, e estava a defrontar a sensação desta época), a equipa sénior mostrou-se muito madura e, com um jogo muito trabalhado, com muitas fases de jogo, com uma defesa exemplar, foi construindo uma sólida vitória, bastante moralizadora para as tropas de Daniel Hourcade.

Na primeira parte o GD Direito vencia por 12-9 (2 ensaios e uma conversão contra 3 penalidades do técnico), tendo sido sempre superior ao técnico que, para além do jogo ao pé, pouco mais mostrou.

Cientes que, com pontapés, também se ganham jogos, na 2ª parte o GD Direito arrancou para uma tarde muito pressionante e muito activa. Logrou 4 ensaios dissipando todas e quaisquer dúvidas em relação ao resultado final.

Já no final da partida, o técnico alcançou 2 ensaios os quais, para todos os efeitos, têm de ser analisados pela nossa equipa e, no futuro, evitados.

A vitória, contudo, nunca esteve em dúvida, sendo clara e justíssima.

Uma nota final: A futobulização do nosso rugby não se precisa. Neste aspecto nota negativa para a claque do técnico que não pode deixar de se relevar: desde o primeiro minuto a insultar a equipa e jogadores do direito, sempre incentivando e rejubilando com a violência do campo, mostra a falta de espírito do rugby que paira nas Olaias.

Não confundam agressividade e espírito de combate (necessários neste desporto) com a violência gratuita, placagens fora de tempo, espectadores a atirarem objectos aos jogadores, etc. que foi uma constante naquele estádio. Há que repensar esta maneira de estar na modalidade.

Marcaram ensaios pelo GD Direito: Kiki, Bernardo Mota, Vasco Uva, Bernardo Mota, Eduardo Acosta, Salvador Palha.

Frederico C. Nunes fez 3 conversões.

51 comentários:

Anónimo disse...

não falemos só da claque do Técnico, falemos também de jogadores como o Sr. Miguel Portela, por exemplo...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Muito estranho estas afirmações de um comentador à distância, afinal de contas estavas no Dubai se bem me lembro.

Acho que de ambas as partes existem coisas a melhorar e a evitar, a futebolização vem também do comportamento do Vasco Uva na bancada?

Aguilar acho que muita coisa esteve mal nessa tarde e assisti de perto, mas são coisas facilmente evitáveis!

Concordo contigo quando referes o aspecto combativo e afirmo que a melhor maneira de calar qualquer bancada ou jogadores que fazem faltas intencionais são placagens duras! E jogar de acordo com o espírito do jogo.

Anónimo disse...

Sr Aguilar, está desculpado porque não esteve lá e está a contar aquilo q lhe contaram, q não foi bem assim, mas pronto, quem conta um conto acrescenta um conto... Sr Miguel Portela, se ler este post apenas lhe peço para repensar a sua maneira de estar no rugby cá dentro, já q qd joga a nivel internacional é um exemplo!

Um abraço

salvador disse...

dêm a cara ao menos!

Aguilar disse...

Porque não assinam o que escrevem?? Tem medo de alguém?? Recebi vários feedbacks desse jogo, várias pessoas de vários clubes... e eu assisti a um comportamento do mesmo género no Belenenses vs Técnico, dessa mesma "claque" de meninos que deviam era estar a treinar em vez de estarem a dizer mal de coisas de que não percebem!!!

Anónimo disse...

eu só não digo quem sou porque tenho muito medo de ti, como és grande e tal...
Anónomio que escreveu o primeiro comment

Anónimo disse...

Mas qual é o problema de se escrever anónimo? Não liguem a quem escreve mas sim ao que se escreve...

Anónimo disse...

Realmente tenho assistido a alguns jogos do técnico e o comportamento dos seus adeptos, é tudo menos aceitável. Um grupelho de frustados com pouca inspiração, que nem puxam pela sua equipa, nem veêm o espectáculo!

Aguilar disse...

Para o primeiro anónimo... continua assim que vais longe...

Anónimo disse...

Já o Direito prima por um gupo de pseudo-tias betas, endinheradas e prepotentes, a berrarem nas bancadas. Quando lhes "salta o verniz" revelam por baixo o sopeiral de que são feitas!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Esses elementos dessa claque do tecnico são mas é uns bimbos, que vieram lá das tunas da faculdade e que infelizmente trouxeram as amigas que são todas uns coiros "wanna be"...a equipa até é boa, mas os adeptos são insuportáveis...deviam estar nos no name...

Cascais Rugby disse...

Aguilar,

Aproveito para divulgar o novissimo

http://cascalheira.blogspot.com/

Obrigado, e um abraço!

Anónimo disse...

Que discussão ridícula!! triste espectáculo dps do treiste espectáculo de sexta feira...

Pedro Silva disse...

Também acho uma discussão triste. Achei triste o comportamento dos adeptos do Técnico, achei triste que os 2 capitães tenham perdido a cabeça e achei triste que uma referencia do rugby nacional, como é o Portela, se tenha portado tão mal (que portou, sem tretas!) à frente da equipa de juvenis do Tecnico para quem é certamente um Modelo. Tudo isto foi vergonhoso e chamem as coiss pelos nomes!

Também achei feio que o Pipas agredisse o Paulo Marques (2 grandes internacionais de tempos diferentes que se deveriam respeitar) nas barbas de um Liner frouxo que nada fez, também achei feio que o Portela agredisse o Scott nas costas do árbitro e a 1 metro do outro liner, que por ser do Técnico e sentir o "rabo preso", nada disso e foi também cúmplice... e frouxo.

Achei mal que os Juniores do Tecnico, na bancada, chamassem nomes ao árbitro por tudo e por nada com e sem razão.

E por último acho mal o Aguilar dizer "Falarem de coisas que não percebem" como se a ele e ao Direito coubesse toda a "luz" e "conhecimento" do Rugby Luso e da sua expansão. A visão aglutinadora do Rugby de Monsanto (de fechar a Selecção em si e em poucos mais eleitos) é bom para o imediato mas péssimo para o futuro. É erradíssimo do ponto de vista estratégico embora útil no presente. Não ver isso é isso sim, "não perceber nada".

Aguilar, parabéns pelo Blog, és um grande jogador especialmente de Sevens, tal como o Portela obviamente que tem uma carreira que fala por ele, mas falta humildade, abertura e vontade de ensinar...

Parabens pelo Blog

Aguilar disse...

Primeiro que tudo o que eu escrevi aqui neste blog é a minha opinião e não tem nada a ver com o clube Técnico onde tenho grandes amigos... é sim para aquele grupo de indivíduos que em vez de apoiar o seu clube esta mais preocupado com picardias ridículas com os jogadores e com os árbitros!!! Não me cabe a mim ou ao Grupo Desportivo de Direito (que não para aqui chamado que as opiniões que aqui expresso não tem nada a ver com o clube onde jogo...) ter todo o conhecimento do rugby português mas modéstia a parte não estávamos mal se todos seguíssem o modelo de gestão da equipa sénior (que tem os seus defeitos !!!) mas que todos os anos lança jovens para a sua equipa sénior de grande qualidade!! E a selecção é um reflexo do que tem acontecido no campeonato português, onde o GDD tem somado mais títulos nos últimos anos...
Pedro Silva, obrigado pelos elogios e obrigado pela maneira como deixaste o teu comentário no meu blog (sem me agredir a mim, deixando o teu nome e expondo o teu ponto de vista de maneira correcta!)
Aquele Abraço

Leal disse...

Parabens ao Tecnico pelas grds vitórias frente ao Belenenses e principalmente frente a Agronomia. Agora em relação ao jogo do Tecnico-Direito, a vitória foi justissima e só n foi mais evidente pq o Tecnico tem um grd especialista nos pontapés aos postes. Tirando os pontapés raramente(ou mesmo nunca) o Tecnico conseguiu fazer uma jogada em que passou a linha da vantagem. Em relação à claque do Tecnico acho que pelos menos os comentários feitos a um ex jogador do tecnico e agora jogador do Direito são de evitar. Até pq no futuro certamente teremos mais jogadores do Tecnico no Direito. Qd se muda..muda-se para melhor e n se deve julgar as pessoas por querer mais e melhor!

Saudações desportivas

Goncalo Cunha disse...

leal, essa comentario final é um comentario de merda.

Depois da dignidade que o Aguilar tentou impor aqui (e muito bem)... precisavas de estragar tudo? É por isso que ninguem vos suporta. O Direito ja foi um clube fraquinho e o Tecnico Campeao. E um dia poderá haver quem sofra em monsanto por comentarios ditos no passado por pessoas como tu.

Ofender um clube como o Tecnico (no seu todo) é ofender pessoas como o Pedro Ribeiro ou o Carlos Rebocho. Tem tento na Lingua quando falares do Clube como um todo "muda-se para melhor"? És um palerma.

Cabaz de Natal disse...

ZONA J mora no Tecnico!

Anónimo disse...

Julgo que não se devia prolongar esta quetão por muito mais tempo, mas gostava de dizer que não foi só a claque do técnico que se portou mal, porque a do gdd também esteve francamente mal. Mas o que quero no fundo frisar é que o Portela como jogador mais que consagrado, não pode continuar a ter atitudes destas(as quais infelizmente os árbitros deixam passar muitas vezes) e tem que dar o exemplo. Eu assisti neste jogo a várias agressões dele, assim como a provocações para as bancadas e até a ameaçar um miúdo com idade para ser filho dele. É no aspecto técnico 1 grande jogador mas o seu carácter(ENQUANTO JOGADOR) às vezes deixa a desejar.
Também o Vasco Uva tem que saber manter a calma pois ele é o capitão, não só do direito com da seleção nacional e um ícone para os jogadores jovens.São atitudes para serem refletidas e corrigidas.
Parabéns Aguilar pela prestação nos sevens e as melhoras da lesão.

Leal disse...

CALMA ZED Cunha. 1º caso n saibas já joguei no Tecnico e tenho muito respeito pelo clube. Só digo a verdade e a vdd é que hj o direito é bi campeão nacional e portanto o melhor clube. N estou a dizer k o tecnico é um mau clube, apenas que se classificarmos os clubes por ranking o Direito é 1º e o Tecnico esta bastante abaixo. Se um jogador do tecnico agora mudasse para o Direito está a mudar para melhor ou n concordas?? Daki a uns anos seclhar pode-se passar o contrário quem sabe ;)

Mais uma vez tem calma cunha...deves pertencer a claque do tecnico de certeza, és mto nervoso!!

Anónimo disse...

O que o Leal disse é verdade, um jogador quando muda , pretende não só mudar de "ares" como também evoluir, e mudar para melhor é o que fazem os jogadores que mudam de determinado clube para outro. E neste caso, foi o que aconteceu, um jogador mudou para o Direito, mas que seja dito que o jogador em questão já não jogava no técnico faz 3 anos...

Porque razão o Rohan saiu do técnico? porque razão, pissarra saiu do técnico? porque razão paulo silva saiu do técnico? porque quiseram mudar para melhor em determinada altura, é normal que isso aconteça e neste momento o direito é como ja foi dito a melhor equipe no rugby nacional, e reconhecida por todos, como tal é normal que todos o queiram atingir, mas que sejam feitas criticas construtivas e não meras acusações "facciosas".

E atenção que nunca ninguém pôs em causa o valor de pessoas como Pedro Ribeiro e Carlos Rebocho que muito deram não só ao técnico como ao rugby português, antes pelo contrário as suas atitudes de estar no rugby são de louvar.

Agora deixemo-nos de meras picardias exteriores ao campo, e se querem falar do jogo tecnico-direito, falemos daquilo que se passou dentro do campo. Foi uma primeira parte mais equilibrada, onde o Técnico apenas usou o pontapé, com o direito a tentar atacar , conseguindo dois ensaios. Na 2ªparte creio que foi evidente a supremacia do Direito em todas as fases do jogo.

cavas disse...

Caríssimos
Não sei o que se passou na bancada, pois estava a jogar. Ouvi as duas versões e ambas as partes não se portaram bem.
Em jogo jogado o Direito mereceu ganhar o jogo. é uma equipa mais experiente, mais rodada, com mais soluções. Talvez numa outra oportunidade possamos fazer melhor.
Os comentários aos clubes em questão são de evitar, pois nada de positivo trazem para a discussão e um dia ganha-se e no outro a seguir perde-se.
No que diz respeito às mudanças de clube, cada um é livre de o fazer. Uns por razões melhores que outros. Mas enfim. é mesmo assim...
Aguilar, parabéms pelo blog
Cumprimentos
Luís Cavaco

Anónimo disse...

Parabéns Leal, pela visão profissional que imprimiste nesta discussão mediocre.

Realmente o GDD é de facto a melhor equipa nacional no momento com todo o mérito.

Jogaste no Técnico mas mudaste para o GDD porque é uma melhor equipa...uma opção óbvia...

Qualquer jogador que, segundo a tua perspectiva, escolha esse caminho...opta pela via mais lógica e racional. Afinal vocês são os melhores...

Mas se daqui a uns anos o GDD não for a melhor equipa, vais mudar de clube?

Vais? Será que trocas de emblema porque o GDD deixou de ganhar e há outra equipa a dar cartas?

Será que em vez de ires todos os dias treinar a Monsanto, vais passar a ir para Belém, Tapada, Sobreda, EUL ou mesmo Olaias (onde treina e joga o teu primo Nuno Taful...)?

Acho que a tua resposta será qualquer coisa do género: "Nunca, GDD forever!!!"

Percebes então a incoerência da tua argumentação?

Cada um muda de clube por inúmeras razões, inclusivamente porque simplesmente quer jogar a melhor nível, mas por favor não uses essa prepotência na argumentação e percebe que há pessoas que não mudam de clube, nem que isso implique andar a jogar em divisões secundárias...Aliás, ainda deves ter alguns companheiros de equipa exemplo disso mesmo já que, salvo erro, algures por 96 ou 95 o GDD andava a arrastar-se em secundonas...

Aquele abraço...

Rui disse...

Concordo a 100% com o anonymous anterior! Mostrou de forma simples a contradição no discurso do Leal. De facto, se ele acredita no que escreveu, e de forma a que não caia nessa mesma contradição, um dia que o Direito esteja menos bem desportivamente, lá terá ele que ir embora "à procura de melhor". Para além do que foi dito no post anterior, penso que é importante salientar que existe um enorme número de jogadores que têm realmente uma paixão não só pela modalidade, mas também pelo seu clube! Essa paixão, em vez de os levar a "procurar melhor", fá-los ficar, treinar e lutar para tornar os seus clubes melhores! Não foi o que fez o Portela, o Coutinho, João Diogo Mota, entre outros? Que seria hoje do Direito se esses jogadores tivessem saido "à procura de melhor"? É que o que custa realmente, é ficar, e tornar o nosso clube melhor. O problema é que a febre da (inevitável) profissionalização faz com que jogadores se "vendam" por tostões, e passem a ser os "profissionais". Sem juizos de valor, digo que os outros AINDA são mais importantes!

Um abraço!

Pedro Silva disse...

Numa semana em que tantas críticas foram feitas ao Miguel Portela, aqui está um elogio de exemplo expresso no "post" anterior. Foi um jogadora que aguentou a "segundona", como o fizeram os bons jogadores do Direito (ou alguém acredita que o Mourão não teria sido bem recebido noutra equipa? Como na época em que jogou pela Tapada. Ou que jogadores como o Luis Cavaco ou o Alvaro Ramalho não teriam espaço noutros clubes.. ou que se o Nuno Taful ou o Bernado D'Eça tivesse feito "a mudança" nao estariam talvez com as carreiras internacionais mais alavancadas? Cada um tem os seus motivos e os do Taful para ficar não são piores nem melhores que os do Pompeu ou do Leal, ou do Pissarra.

Aliás, o célebre treino de que o Vasco Uva fala nas entrevistas em que "entrou e partiu o nariz" foi salvo erro no técnico e quem lho partiu foi o Francisco Ramos, e ele quando voltou à modalidade já foi para para o GDD.

Isto pata dizer que o CRT é um dos historicos do Rugby nacionao com um palmares de respeito, quem o nega é ignorante. Tal como o GDD é sem duvida a melhor equipa nacional em todas as vertentes NO MOMENTO, quem o nega também é ignorante.

Assim sendo, fale-se de jogos e de momentos, mas não se insulte a historia de grandes clubes. O Tecnico esta a lutar para voltar à ribalta onde já esteve bem "sentado". A Agronomia, por exemplo, nunca venceu o campeonato nacional e então? Quem é melhor ou pior? São épocas.

Quem faz as escolhas de mudança, seja la porque razao for, merece respeito, mas quem fica tambem merece respeito por senao, caro leal, seremos todos uns troca-tintas o tempo todo. Sempre que o barco ameaça afundar, lá vamos nós para um porto seguro...

falta respeito, falta acabarem os assobios nos pontapes, falta haver uma competicao iberica.. falta tanta coisa...

Anónimo disse...

Caros todos,

Não posso discutir o jogo que houve entre o Técnico e o GDD, na passada sexta feira, pois, para além de não ter podido assistir ao mesmo, também reconheço que não sei suficientemente de rugbi para o fazer.
Sabem, sou uma daquelas a quem, anonimamente, chamaram de "betas endinheiradas", "pseudo-tias", etc, etc, sou adepta do GDD por razões familiares e de amizade, e sou, mais do que tudo, adepta da modalidade do rugbi. Não só apoio os jogos do GDD, como apoio os jogos da selecção nacional, como apoio qualquer clube português que jogue contra uma equipa estrangeira, logo, apoiarei o Tecnico quando tal acontecer. Gosto de rugbi e pronto! E é por gostar de rugbi e querer que o rugbi português evolua para a dimensão acima, que penso que discussões como a que estiveram presentes neste blog não podem acontecer.
De facto, e pelo que me contaram, os adeptos do Técnico não estiveram bem. De facto, não é bonito ver-se jogadores infantis ou juvenis a gritar palavrões para jogadores mais velhos, ou ver-se adeptos da bancada a mandarem garrafas e outros objectos para dentro de campo, ou mesmo, adeptos a intervirem em jogadas (sejam estas leais ou não) que ocorrem durante o jogo. E não é bonito,quer sejam adeptos do Técnico, quer sejam adeptos do GDD ou de outro clube qualquer. Tenho assistido a dezenas de jogos por ano, nestes últimos sete anos e nunca assisti a actos da bancada como estes. São, de facto, para lamentar.

Contudo, não foi este o meu propósito para escrever aqui neste blog.

Como apoiante do rugbi, seja uma "beta endinheirada",seja uma "pseudo-tia que lhe salta o verniz", seja um membro da "Zona J que mora no Técnico", tal como afirmado num comentário acima, seja adepto do GDD, do Técnico ou de outro clube qualquer, devemos tentar com que o rugbi português seja apoiado por todos em conjunto para que o mesmo evolua e se torne numa modalidade internacionalmente de renome, como tem modestamente acontecido nos últimos tempos.

E para tal, há uma boa oportunidade para o fazer e que vai ocorrer já no próximo dia 16 de Dezembro, no jogo da disputa do campeão ibérico, que este ano vai ser disputado pelo GDD.

Tenho pena que o jogo, por razões televisivas, não possa ser em Monsanto, para que o GDD pudesse convidar os adeptos do Técnico e de todos os outros clubes portugueses a virem ver o jogo juntamente com a claque do Direito na sua própria casa.

No entanto,de certo que todos juntos, betas endinheiradas ou não, transmitiremos mais força para a equipa portuguesa que vai defrontar a equipa espanhola. O jogo será no estádio universitário, pelo que a casa é de todos nós, não há convites, mas o desafio fica feito!

Mostremos que apesar de tudo somos portugueses e adeptos incondicionais do rugbi!

Joao Peral disse...

minha cara única,

a sua mensagem é bonita na forma e por isso merecedora de respeito. Antes de mais, diz-se Rugby (da cidade que deu o nome à modalidade) ou "Raguebi" na sua versão portuguesa (que cada vez menos se usa). Em segundo lugar, os Juvenis do Técnico - justiça seja feita - foram quem melhor se portou na bancada do famigerado jogo, por isso sejam devidamente poupados a esta questão (que já começa a ser do "jornal de ontem"). Seja como for, apesar dos excessos (de parte a parte) nunca ninguém atirou garrafas nenhumas para lado nenhuma. Não deixemos também a "lenda crescer" se faz favor...


Quanto ao jogo em questão, penso que o GDD merece ter a maior massa apoiante que seja possível como forma de dignificar o Rugby Nacional perante os "nuestros hermanos". Eu estarei presente porque tenho amigos no Direito, porque lhes desejo sucesso, mas sobretudo porque ali também joga Portugal.

Espero que seja um bom jogo, que se ganhe para Portugal/GDD e que os Espanhois vejam. A expansão Ibérica do Rugby Luso seria algo que só nos daria a ganhar a todos os níveis.

Um questão? o jogo vai ter ingressos pagos?! É que os adeptos confessos pagam, mas para "levar uns amigos" por vezes torna-se mais complexo aliciá-los a pagar.

Boa jogo a todos.
Aguilar, parabéns pelo Blog e as melhoras

Joao Peral
CR Técnico

Anónimo disse...

esquecer esse miguel leal??mas como esse sr. ainda deve estar estatelado la no campo..c a mocada que levou de uma miuda(18 anos,diga-se)portanto agradecia k alguem responsavel pelo direito o levasse do campo...pois tem perturbado os treinos durante esta semana..!quanto ao Dr.miguel portela esse e ridiculo...c a idade que tem devia e tar em casa c a mulher e filhos...!!Quanto ao jogo nao ha duvidas o direito mereceu ganahar..tens bons jogadores..o vasco uva o ponta(que nao sei o nome)...enfim..e o k da terem tantos jogadores nas seleccoes a treinaram c o dinheiro de todos os outros clubes!!

Força tecnio...em Fevereiro falamos c eles

boa sorte

Anónimo disse...

Aqui está a prova de que precisávamos..."c a mocada que levou de uma miuda(18 anos,diga-se)", conforme nos foi dito por um elemento do Técnico. Aquilo que toda gente suspeitava afinal é verdade, o técnico tem miúdas a jogar em campo. Daí já fazer sentido os actos histéricos dos seus jogadores talvez contagiados pelo histerismo próprio de uma rapariga irritada.
Ora devo então dizer a quem nos fez esta confissão de que há um campeonato próprio para o sexo feminino, que o CRTécnico até tem uma boa equique, não havia necessidade!

Quanto ao facto do jogador miguel leal ainda poder estar estatelado no campo..ele não está estatelado, ele está é á espera que alguém do Técnico agradeça o cabaz de natal, afinal, este ano veio mais cedo!!

Boa sorte para todos, deixem-se de picardias que em nada honram o rugby nacional.

Cumprimentos

Aparício disse...

Caríssimos:

Eis senão que fico escandalizado com o baixo nível de Rugby aqui praticado. Sim porqu acredito que a análise ao jogo também faz parte deste, numa perspectiva de melhorar o nosso Rugby no colectivo!

Perdoem-me se não encontro graça nos trocadilhos de "Betas endinheiradas" ou "Habitantes da zona J"...

Acredito que o jogo deixou muito a desejar em termos de uma arbitragem imparcial, veja-se o exemplo do fiscal que não apontou a agressão do jogador do Direito precisamente por estar a arbitrar um jogo do seu antigo clube.

Amigos e amigas, já é tempo de evoluímos na mentalidade e de jogarmos de acordo com o espírito do jogo.

Acho muito bom para a divulgação do nosso Rugby estes espaços de discussão, mas gerar polémica em coisas que já lá vão?

A mim ensinaram-me desde que comecei a jogar "O que se passou em campo, fica dentro de campo!".

Aguillar parabéns pelo Blog

Cumprimentos a todos

Aparício
CR Técnico

Rui disse...

Vamos lá todos acalmar! O que se tem passado aqui neste blog não é assim tão mau como querem pintar! Deixemo-nos de moralismos, e apreciemos um "bate-boca" que de vez em quando também é saudavel. Alguns excessos à parte, alguns comentários não deixam de ter a sua piada! A blogosfera é isto mesmo. Não sejamos um coro de virgens ofendidas. Aceitem as criticas, e respondam com boa disposição. Deixem-se é de banalidades como "deixem-se de picardias que em nada honram o rugby" etc... Por outro lado, também é verdade, e devemos ter sempre em mente que "o que se passou no campo, fica no campo!". Agora, é mesmo DENTRO DO CAMPO, aquela espaço rectangular, entre 4 linhas brancas... Não é na bancada...

PS: agradeçam lá o cabaz de natal ao Leal, e ajudem-no a sair lá das Olais, que por estes dias já faz frio à noite, e ele ainda apanha um resfriado...

Anónimo disse...

Gostava que todos nós tentassemos demover os autores do blog belenensesXV a não desistir e fazer força para que o blog continue de pé

Anónimo disse...

Carissimos,
Pensei seriamente se haveria de escrever ou não, mas achei que deveria escrever por isso aqui vai.
Já no jogo anterior(contra o Belenenses) e noutro blog foi falado em anti-jogo por parte dos jogadores do Técnico. Considero que ambos o praticaram, de diferentes formas mas que quem usou e abusou do anti-jogo foi o Belenenses, contra factos não há argumentos tivemos dois jogadores a ter que ir levar pontos entre outras situações.
Quanto ao anti-jogo do Técnico, a simulação de lesão é usada por todos, alguns falam de experiência e saber pausar o ritmo de jogo outros chamam-lhe anti-jogo, pena é classificarem-no não pela acção em si mas por quem a usa. Enfim cabe ao árbitro aperceber-se disso e permitir ou não que o jogo esteja parado ou se deverá ser feita a substituição temporária ou não(dependendo da posição do jogador e situação de jogo).
Relativamente ao jogo Técnico vs Direito.
Achei que foi um jogo intenso onde o Direito foi superior ao Técnico. O Direito é uma equipa mais experiente, mais rodada mas também de salientar o bom jogo defensivo por parte dos jogadores do Técnico.
Durante o jogo e com um jogo intenso é de se esperar que os "casos" do jogo surjam. Há agressões por parte de jogadores do Direito que são vistas pelos Fiscais de linha mas não sei porquê em Portugal os fiscais estão lá só para as touches.
Relativamente a agressões os árbitros não podem vacilar se há agressão há que punir.
Não querendo desculpar atitudes menos correctas de alguns adeptos do Técnico e não querendo estar a bater no ceguinho mais uma vez, se não tivesse havido aquela atitude do jogador do Direito Miguel Portela em ir às bancadas não estaríamos agora a falar de mau comportamento deste ou daquele nas bancadas.
Em suma, todos temos que evitar atitudes menos correctas quer em campo quer nas bancadas quer nos blogs e os árbitros e fiscais têm que desempenhar as suas funções de juízes do jogo com mais firmeza.

Boa sorte para a taça ibérica espero que vençam.

Cumprimentos

Bernardo Pedreño Ferreira
"Toupeira"

Anónimo disse...

..."mas não sei porquê em Portugal os fiscais estão lá só para as touches."...isto e o mesmo em todo o mundo, caso os fiscais nao sejam arbitros oficiais e nomeados pela organizacao do evento so podem assinalar touches (nao podem por exemplo assinalar ou ajudar decisoes na area de ensaio, agressoes, etc)

Anónimo disse...

mas a verdade é que eram oficiais e nomeados pela FPR

Anónimo disse...

esta discussão é a coisa mais parva que já existiu e cada um faz uso da sua "retórica" para incentivar ou ludibriar aqueles que ainda estão indecisos....Jogo gdd vs crt jogo duro muitas faltas muita agressividade.PONTO.não interessa a arbitragem.o que se passou na bancada....jogadores no activo e não convocados ou lesionados ou inactivos tiveram a sua forma muito própria o que sentem pelo SEU clube, esteja ele na mó de cima ou não (ao contrário de alguns)!Como muitos referirar..."o que se passa em campo fica em campo" tal como..."o que se passa na bancada fica na bancada.." e desta maneira não podemos ter críticas de um lado ao outro....os adeptos do CRT dizem muitas asneiras......E ENTAO??? os do gdd/cdul/cdup/belem/agro/cascais/slb também o fazem................para que alimentar estas celeumas???parece que as pessoas que aqui e noutros espaços escrevem são umas mentecaptas!!!O CRT tem uma claque DURA, AGUERRIDA, ASNEIRENTA, PROVOCÁVEL,.....e entao?o que tem a clauq ehaver com o jogo em si?pressiona o adversário???MELHOR!!!!!Quem realmente gosta do seu clube faz tudo para que ele vença...apesar de concordar que atirar uma 'palhinha/GARRAFA' não deve ser atirada para dentro de caampo....agora...futebolização....???quem joga rugby percebe concerteza quando digo que isso são chavões/dogmas/palavras baratas....no rugby existe tudo menos futebolização...agora..quem está habituado a estar por cima talvez goste de fazer uso destas palavras caras para tentar enganar pessoas menos informadas...Dr- Miguel Portela..concentre-se mais no seu jogo e menos em "perturbar" o adversário e talvez a "futebolização" não aconteça....
E para mim como observador imparcial...é-me igual se a bancada está cheia de um ou outro estracto social...o que interessa ao rugby portugues...É TER BANCADA...e os palavrões saiem tanto de um lado como do outro...como tal...não sejamos ridiculos...nem hipócritas!!!!!Joguem...esforcem-se...lutem...e falem menos só porque se sentem ameaçados por um "clube menor"!!!
Abraços.
Sempre considerando, adepto inveterado de rugby.
Parabens A. Aguilar pelo blog (espero que não estejas a pensar encerrá-lo como o belém fez!e já agora tenta actualizar diariamente este espaço...agora que tu és a nata da blogosfera!!!)
Abraços

Antonio Lima disse...

Concordo com tudo o que disse o "post" anterior. Numa altura em que se fala tanto da necessidade do Rugby crescer em Portugal (para sermos mais fortes) e no mundo (para sermos modalidade olímpica), é ridícula esta discussão pedante sobre "a bancada do CRT". O que eu acho que fez impressão às equipas com quem o Técnico jogou foi o facto - isso sim - de esta equipa "dita menor", TER UMA CLAQUE. Ou seja, não são só as namoradas dos jogadores, os não convocados e os "velhos dirigentes"... não, o Tecnico faz-se acompanhar - de forma inédita em Portugal - de um grupo de ADEPTOS. Está a fazer um trabalho que TODOS OS CLUBE deviam fazer que era CRIAR ADEPTOS e incentivá-los a ir ao Clube gritar. Quantos jogadores dos outros clube quando nao sao convocados NEM SEQUER vao ver o jogo?! Todoso sabemos que isso acontece!

Isso da "futebolização" é um argumento nao so pedante como ignorante, porque se forem a Inglaterra ver um jogo (ou a franca) vao ver adeptos aguerridos sim!
O problema é que no Rugby "domestico" da Lusitania toda a gente se conhece, as bancadas sao pequenas, etc, etc.. e nao estamos habituados a "público activo".

Quando um jogador internacional, com o calibre do Miguel Portela se deixa influenciar por uma "boca" da bancada.. é pá... então talvez esteja mesmo a ficar velho.

De resto, o que se passou na bancada, os "arrufo" entre os 2 capitães (ambos excelentes pessoas) foi um fait-divers sem importancia nenhuma fruto da cabeça quente de ambos.

Parabens ao Tecnico por ter claque, isso sim! Quem acha mal... é porque está incomodado com isso.

Eu sei que este último parágrafo vai irritar muita gente... pois que irrite!

Anónimo disse...

só nao percebi o que fazia o "banco" do gdd na bancada do crt!
nao existe um espaço próprio para suplentes e equipa técnica estar?
claro que um elemento tecnico pode aproveitar para estar na bancada para ter uma melhor visão do jogo, mas o local do jogadores é lá em baixo...

Anónimo disse...

a culpa disto td e do pompeu!!!
JUDAS

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

"e sinceramente vejo muito mais valor e principios nos jogadores do belas do que nesse bando de merdas do tecnico."

curiosidade: qual é o teu termo de comparação? ou por outra, A QUE PROPOSITO vem o Belas para esta historia?

era na base de "apesar de serem só pretos e mitras.." era isso? Muito bem colocado... és um gajo muito inteligente! haha!

Anónimo disse...

boa noite! ao anonimo das 9.15Pm tou a ver q és um homem chio de coragem!! a ofensa é sem duvida uma grande arma para pessoas como tu, ainda por cima escondida pelo anonimato, mto mais facil! Mas já q somos tudo isso q tu dizes, aconselho-te a passar um dia connosco e vais verificar q isso não é verdade!! já agora posso-te perguntar em q te baseias para fazeres tais afirmações?

outra coisa, Aguilar não encerres o blog devido a este tipo de pessoas, parece q é o q querem... senão veja-se também o q aconteceu com o Belenenses15... e outros foruns!!!

UM ABRAÇO TECNICISTA
Filipe Luís

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Há outros clubes com claques que não são APENAS 'as namoradas e os jogadores não convocados', há outras equipes com ADEPTOS. Adeptos que gritam, que choram, que ofendem, que ficam ofendidos, que fecham os olhos nalgumas situações difíceis, adeptos parciais e aqueles imparciais de mais, adeptos que se deslocam ao estádio do adversário para ver um bom/mau jogo, adeptos que andam sempre com um guarda-chuva (pois pode chover, e o rugby é desporto de inverno), adeptos que até frequentam as terceiras partes dos jogos, adeptos que SENTEM o rugby e que ESTÃO LÁ para o SEU clube. Se calhar era bom ser um desses adeptos, ir às casas dos outros clubes e ver que não é só no Técnico que isso acontece.

Namorada, antigo jogador e/ou dirigente, jogador não convocado e escolas são também adeptos, e dos VALIOSOS..

rita
(não namorada, não dirigente, não jogadora não-convocada)

Anónimo disse...

É de facto mt fraquinho o que aqui se discute...mas a vdd e q em tds os jogos os "adeptos" do tecnico conseguem fazer pior, dp de ver o jogo do belem-crt pensei q tionha visto td!mas nao, ex-jogadores mediocres q ja n calcam ha anos a mandar bitaites, pais, maes, namoradas, uma visao do inferno...( este aspecto gostaria de destacar a atitude de ze carlos, um vdd adepto do tecnico , c td de negativo q dai advem....)
em relacao a aitutudes dos jogadores e adeptos e jogadores do gdd, de estranhar o a aitude de vasco uva, mas convenhamos q algumas atitudes tiram qq um do serio... adeptos, tb ja tamos habituados a comentarios menos felizes da bancada adepta do gdd... e perante isto fico triste e com reticencias qt a convidar pessoas(familia e amigos) fora do rugby, para virem ver os meus jogos.....

Anónimo disse...

devias ficar tambem triste e reticente por acusares pessoas identificando-as e nem sequer teres a dignidade (ou será coragem?) para te identificares a ti próprio. Isto de acusar tudo e todos é muito bonito mas ao menos que haja coragem e dignidade para dar a cara quando se vem denegrir a imagem de algúem num espaço público...

Ricardo Andrade

breis disse...

Acabei de criar 1 forum para todos aqueles que querem "opinar" (desculpem o termo mas não me lembrei de mais nenhum) sobre tudo relacionado com rugby

Registem-se para poderem falar

www.rugbypt.proboards58.com