sexta-feira, setembro 14, 2007

Texto a circular na net...

Finalmente voltamos a ter uma selecção com que vibrar... é uma
maneira diferente de sentir o desporto, saber perder, e ter orgulho na
camisola que envergam!

Força Lobos!
(leiam até ao fim, lá está um link para o video)
Message


Eu sabia que ia ser assim. Eu sabia que me ia comover quando visse a
Selecção Nacional de Rugby entrar em campo. Eu sabia que o hino me ia
arrepiar. O que eu não sabia é que ia ver a imagem mais impressionante
que alguma vez vi no que a Representar Portugal diz respeito e que me
ia desfazer em lágrimas com um sorriso de orgulho no rosto como nunca
o tinha feito antes.

Aquilo é que é cantar o hino. Aquilo é ter orgulho em vestir aquela
camisola (já tenho uma encomendada!). Aquilo é que é entrar e sair de
campo de cabeça erguida. Aquilo é que é ser homem! Ter aquele tamanho
todo, aquela coragem toda, aqueles quilos todos, aquela raça toda e
ainda assim não ter vergonha de mostrar o coração aberto a 34.162
pessoas e chorar ao cantar o hino do seu país com toda a força e a
plenos pulmões. Para que todos ouvissem bem donde eles vieram.

O "homem-do-jogo" é nosso. É advogado. Chama-se Vasco Uva e é o nosso
capitão. E eu estou a transbordar de orgulho!

No dia anterior, tinha visto a nossa Selecção Nacional de Futebol a
perder estupida e infantilmente depois de trautear um hino tímido
entredentes - isto os que o sabem, porque outros há que praticamente
só fazem lálálás. Não terá sido só por isso, mas também, no final
aquele empate soube-me a dupla derrota e a derrota no Rugby de ontem
soube a Campeonato do Mundo ganho.

Há tantas diferenças na atitude, nas regras, no espírito dos dois
desportos que ontem, depois de explodir de alegria e gritar até ficar
rouco com o nosso ensaio, ao sentar-me de novo no sofá tive pena de
ainda assim gostar mais de futebol do que de rugby. Eu não queria,
juro que não queria...

Para quem não viu


http://www.youtube.com/watch?v=B1exk6jpal0

2 comentários:

António Neves disse...

Subcrevo tudo o que li. Já me orgulho destes dignos representantes nacionais desde há muito. Não será pelo facto de eventualmente perder todos os jogos que deixarei de ter orgulho nesta selecção. Quem dá tudo o que tem a representar a nossa nação merece todo o nosso respeito e admiração independentemente do resultado. Força Lobos! Portugal está convosco. Grande abraço!

Anónimo disse...

Apesar de não estar em Lyon, estarei colada à televisão para ver mais uma vez o nosso país representado com o empenho, a dedicação, a garra e a emoção de uma selecção que já conquistou a nossa ADMIRAÇÃO.

Força LOBOS!!!